Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias 2012 06 Governador confirma R$ 12 milhões para combater efeitos da seca
04/06/2012 - 15h23m

Governador confirma R$ 12 milhões para combater efeitos da seca

Recursos serão destinados para ações emergenciais e pagamento do Bolsa Estiagem; outras iniciativas também foram destacadas

Governador confirma R$ 12 milhões para combater efeitos da seca

Em reunião com prefeitos, Teotonio confirma recursos para a seca

Agência Alagoas - O governador Teotonio Vilela Filho esteve reunido nesta sexta feira (1º), no município de São José da Tapera, com prefeitos do Sertão para discutir soluções que possam minimizar os efeitos da seca no Estado. No encontro, que contou com a participação do vice-governador José Thomaz Nonô e de secretários estaduais, foram anunciadas diversas ações emergenciais.

Segundo o chefe do Executivo, o Ministério da Integração Nacional confirmou, esta semana, a liberação de R$ 10 milhões para Alagoas. Os recursos estarão à disposição das cidades a partir do dia 15 de junho e será necessário que elas se habilitem para receber a verba. Além disso, também serão disponibilizados R$ 2 milhões do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep).

“O dinheiro poderá ser utilizado em planos que não estão contemplados nos programas macro já desenvolvidos pelo governo estadual”, explicou Teotonio Vilela. “Essa não é a primeira e nem será a última estiagem. Sabemos que a situação é difícil, mas estamos trabalhando e discutindo avanços para que a população sertaneja viva com cidadania e dignidade”, completou.

Durante a reunião, ele garantiu ainda o pagamento do Bolsa Estiagem, que deve beneficiar cerca de 50 mil pessoas. “A Caixa Econômica já nos informou que o pagamento começa em 18 de junho. O benefício é de R$ 400, divididos em cinco parcelas, para os agricultores que não estão inscritos no Garantia Safra, por meio do qual teremos outros 20 mil beneficiados”, disse.

Quanto à distribuição de água, o governador lembrou que as cidades devem enviar suas demandas ao Exército Brasileiro, responsável pela Operação Pipa. “O Exército tem dinheiro para os carros-pipa, mas a prefeitura precisa entrar em contato e indicar as comunidades a serem atendidas. A liberação acontece em uma semana, já que a instituição precisa vistoriar o local”, acrescentou.

Comitê

A representante da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri) no Comitê de Combate à Seca, Inês Pacheco, ainda apresentou outras ações para que a água potável chegue aos sertanejos. Entre elas, estão a recuperação de poços artesianos, açudes e barragens e a construção de 18 mil cisternas, já pactuada com o governo federal.

Ela destacou que o número deve ser ampliado com uma parceria firmada junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). A locação de cinco motobombas para captação de água no Rio São Francisco também já foi autorizada pelo governador, otimizando o fornecimento para os carros-pipa e evitando o desabastecimento dos municípios por parte da Casal.

Inês Pacheco falou ainda sobre outra frente discutida pelo grupo: a alimentação animal. De acordo com ela, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está disponibilizando milho aos produtores. “Cada um terá direito a até três toneladas por mês, pagando o valor de R$ 18,10, preço abaixo do mercado, que está em torno de R$ 40”, explicou.

O representante da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) no comitê, o prefeito Avânio Feitosa, ressaltou o comprometimento da administração estadual. “Nunca vi, em nenhum mandato que tive, um Governo demonstrando tanta preocupação. Essa é a quarta reunião e já temos muitas ações em andamento, mas também é necessário que as prefeituras entrem em sintonia”.

Já o prefeito de São José da Tapera, Jarbas Oliveira, agradeceu a realização do encontro na cidade. “Agradecemos ao governador por essa discussão aqui e também pelo posto de saúde inaugurado hoje e pela adutora que está sendo construída no povoado Caboclo. Sei que a burocracia é grande, mas é importante que tenhamos ações emergenciais”, expôs.

Estiveram presentes ao encontro ainda os secretários de Infraestrutura, Marco Fireman; da Saúde, Alexandre Toledo; e do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ivã Vilela; o secretário adjunto da Seagri, Jorge Marinho; os deputados Inácio Loyola e Fernando Toledo; o comandante do Exército Ricardo Xavier; o superintendente da Conab em Alagoas, Eliseu Rêgo; e os técnicos da Defesa Civil Nacional Oliveira Júnior e Jorge Maranhães.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

ouvidoria.png

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg