Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Acesso à água vai mudar a vida de pessoas dos municípios sertanejos
20/04/2015 - 12h29m

Acesso à água vai mudar a vida de pessoas dos municípios sertanejos

Dois relatos resumem os transtornos ocasionados pela falta de água no Sertão alagoano; obras darão fim a esta dura vida na secura

Acesso à água vai mudar a vida de pessoas dos municípios sertanejos

Melhor distribuição de água mudará a vida do sertanejo. (Foto ilustrativa/Acervo Secom-AL)

As obras hídricas emergenciais, que tiveram suas respectivas ordens de serviço assinadas pelo governador Renan Filho, nesta sexta-feira, 17, vão mudar a realidade do Semiárido alagoano. Pessoas como Anaisa Maria Gonçalves e Davi Marques da Silva, moradores da região, sabem como a adutora no município de Igaci pode mudar o modo de viver da comunidade de um modo geral.

 

Morador do município de Estrela de Alagoas há 30 anos, Davi Marques da Silva, 58 anos, comemorou a iniciativa do governo estadual. Aproximadamente há 15 anos sofre com a falta de água; e há oito, o município começou a ser abastecido com caminhão-pipa. "Antes ficávamos meses sem água. Hoje, o caminhão-pipa abastece dia sim, dia não; mas às vezes chegamos a ficar mais de um dia sem água”, lamentou o senhor.

 

“Na minha casa são seis pessoas morando e tenho dois filhos que ainda estão na escola, usamos a água para cozinhar e tomar banho, quando dá lavamos a roupa. Tem dias que os meninos não podem ir a escola porque não tem roupa limpa”, resumiu Davi Marques. Histórias como estas têm um dia para acabar. Segundo a Secretaria de Estado da Infraestrutura e a empresa responsável pelas intervenções, Telesil, a previsão de conclusão da obra é abril de 2016.

 

A etapa de número um corresponde a construção da captação flutuante na Barragem do Bálsamo e da adutora de água bruta, com 11.321m de extensão, em ferro fundido, com diâmetro de 150mm. Em paralelo a isso, melhorias operacionais da Estação Elevatória na Estação de tratamento de água existente serão feitas para otimizar o abastecimento de água nos municípios de Estrela de Alagoas, Minador do Negrão e Igaci.

 

Anaisa Maria Gonçalves, diretora geral da Escola Estadual Luiz Duarte, foi outra que comemora a perspectiva do fim da era dos carros-pipa na região. “Há anos estamos enfrentando a falta d’água. Para não parar as aulas, tivemos que pedir aos alunos trazerem de casa a garrafinha de água. Recebemos caminhão pipa uma vez por semana e quando a água falta totalmente temos que suspender as aulas”, lamentou a diretora.

 

 

A expectativa desta obra é grande, reforça Anaisa Gonçalves. “Estamos ansiosos e emocionados com a notícia que em breve teremos água, não só nós docentes, principalmente os alunos. Será bastante satisfatório ver os alunos chegar na escola com o fardamento limpo. Essa obra representa melhoria na qualidade de vida e, principalmente, o desenvolvimento e melhora no aprendizado”, completou a abnegada diretora.

 

Por meio de convênio com o Ministério da Integração, por meio do PAC Seca, o repasse dos R$ 14.953.247,00 virá via Caixa Econômica Federal.

O segundo passo da obra será a concretização de melhorias operacionais na adutora de água tratada entre Estrela de Alagoas e Minador do Negrão, em ferro fundido, com a substituição de 5.000m de tubulação, em diâmetro de 150mm, no trecho crítico da adutora existente. Tal trecho vem sofrendo arrebentamentos e vazamentos, com a implantação de ventosas e descargas de proteção.

 

A meta três, segundo a Seinfra, é a implantação de nova adutora para o município de Igaci, com extensão de 16.700m, em ferro fundido, com diâmetro de 200mm, interligando o reservatório, apoiado de Palmeira dos Índios ao reservatório de distribuição de Igaci. Ele possui capacidade de 350m³, totalmente por gravidade.

 

Após a Barragem da Limeira secar, os municípios de Estrela de Alagoas e Minador do Negrão passaram a sofrer com a constante falta de água. Hoje, o abastecimento dessas cidades é feito através de carro-pipa e quando há chuva contempla a Barragem da Limeira - que nem sempre tem água de qualidade represada.

 

 

Segundo o secretário adjunto de Habitação, Saneamento e Urbanização, Humberto Carvalho, para solucionar a problemática da distribuição de água na região vai ser construído 11km de adutora, que irá captar água na Barragem do Bálsamo, no município de Palmeira dos Índios, para atender os municípios de Minador e Estrela de Alagoas. Hoje, o Estado de Alagoas não faz uso das águas desta barragem, apenas o Estado de Pernambuco.

 

“Além desta nova linha de adução barragem do Bálsamo x Estação de Tratamento de Água Estrela de Alagoas, será feito um melhoramento nas linhas e substituição das tubulações existentes, melhorando o abastecimento de água e diminuindo o desperdício”, explicou Humberto Carvalho.

 

Já no município de Igaci, começará a ser abastecido pela Barragem Caçamba, também localizada no município de Palmeira dos Índios, totalmente por gravidade, gerando assim uma diminuição nos custos com energia elétrica. Hoje, o município de Igaci é abastecido via Arapiraca.

 

A obra como um todo, beneficiará toda a população urbana dos três municípios, num horizonte de projeto de 20 anos, ou seja, dentro de todas as condições atuais de clima, crescimento populacional, entre outros fatores, os municípios de Estrela de Alagoas, Minador do Negrão e Igaci, terão o abastecimento de água garantido pelos próximos 20 anos. Pessoas como o seu Davi Marques e a dona Anaisia Gonçalves não sentirão a falta deste bem tão precioso que é a água. 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

ouvidoria.png

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg