Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Casa própria muda realidade de mulheres chefes de família em Alagoas
08/03/2016 - 14h48m

Casa própria muda realidade de mulheres chefes de família em Alagoas

Esse é o caso de mulheres como Priscila e Jocelina, que já podem dar uma vida melhor e mais digna aos seus filhos

Casa própria muda realidade de mulheres chefes de família em Alagoas

Priscila Ferreira e Jocelina Ferreira são exemplos de chefes de família que com muita garra realizaram o sonho da casa própria e saíram do aluguel. Foto: Ailton Cruz

Texto de Marina Ferro

 Centenas de mulheres mudaram de vida com a realização do sonho da casa própria. Poder dar uma vida melhor e mais digna aos seus filhos, na proteção de um lar: essa é a realidade das chefes de família que, desde janeiro, moram no Conjunto Jarbas Oiticica, no município de Rio Largo.

 A nova moradia trouxe a esperança de dias melhores e com mais dignidade para essas mães, que agora moram em uma casa com dois quartos, cozinha, banheiro, área de serviço, sala de estar e jantar, com cerâmica, e o melhor: livre de aluguel.

 A dona de casa Priscila Ferreira, mãe de três filhos, divorciada, recebeu a notícia de que receberia a casa própria no mesmo dia em que soube que perdeu o emprego. “Eu nem acreditava que esse dia ia chegar, tinha perdido as esperanças. Passei por muitas dificuldades em ter que criar meus filhos sozinha, a casa chegou na hora certa. Agora moramos em uma ótima casa e pago apenas R$ 25 por mês”, relatou Priscila.

 Dentro das 3.148 casas do conjunto, Jocelina Ferreira também foi contemplada por ser chefe de família. Ela, mãe de cinco filhos, auxiliar de cozinha, conta que nunca perdeu a fé durante os seis anos de espera pela casa própria. “Eu pagava R$ 350 de aluguel, fora água e luz. Era muito difícil ter que deixar meus cinco filhos e trabalhar para pagar todas as contas. Mas, meu sonho foi realizado e hoje tenho uma casa que chamo de ‘minha’”.

 Jocelina ainda declarou que com o dinheiro que pagava de aluguel, hoje paga a feira e pode ter momentos de lazer com os filhos. “O que posso dizer às mães que estão esperando por sua casa é que tenha fé, pois a hora vai chegar e elas vão realizar esse sonho, assim como eu”, finalizou.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg