Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Esgotamento: Assinada ordem de serviço de obra em Belo Monte
26/10/2015 - 18h04m

Esgotamento: Assinada ordem de serviço de obra em Belo Monte

Estado investe mais de R$ 4 milhões em sistema de esgotamento sanitário no município do Sertão alagoano

Esgotamento: Assinada ordem de serviço de obra em Belo Monte

Governador cita prioridade para obras de esgotamento sanitário para os municípios. (Foto: Thiago Sampaio)

Texto: Myllena Diniz

Fotos: Thiago Sampaio

 

O governador Renan Filho assinou, nesta segunda-feira, 26, ordem de serviço que autoriza o início das obras de esgotamento sanitário na cidade ribeirinha de Belo Monte, situada às margens do Rio São Francisco. O município é o primeiro a ser contemplado pelo Programa de Esgotamento Sanitário de Alagoas, desde seu lançamento, no dia 19 deste mês.

 

A obra, com investimento de mais de R$ 4 milhões, é fruto de convênio firmado entre o Ministério da Integração Nacional e o Governo de Alagoas, por meio da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal).

 

Cerca de 1,8 mil habitantes serão beneficiados com o sistema de esgotamento de Belo Monte, projetado para atender à demanda de toda a zona urbana do município. O projeto engloba 3.400 metros de rede coletora de esgotos, 1.200 metros de emissário de recalque, quatro estações elevatórias - responsáveis por bombear o esgoto das áreas mais baixas para os pontos mais altos -, e 57 metros de emissário final de efluente tratado.

 

 

De acordo com o governador Renan Filho, as obras pertencentes ao Programa de Esgotamento Sanitário têm sido umas das prioridades de sua gestão. "Há anos, esse recurso parecia não ser relevante, mas nós fizemos questão de desengavetá-lo e de valorizar as cidades ribeirinhas", destacou.

 

Ele também reforçou os impactos do programa para a população local. "A execução da obra é difícil e, por vezes, gera desconforto à comunidade, mas tem que ser feita. A realidade de um município cem por cento saneado é outra e o cidadão pode ter a certeza de mais qualidade de vida", reforçou.

 

Tratamento do esgoto

A obra de esgotamento sanitário também visa à revitalização das bacias hidrográficas do rio São Francisco, já que o tratamento do esgoto será feito por meio de lagoas anaeróbias, facultativas e de maturação. Tal modelo possibilita a despoluição de mais de 90% do esgoto recebido, percentual adequado para que seja lançado no rio sem causar prejuízos à qualidade da água.

 

 

Ciente da importância da obra, a secretária da Infraestrutura, Aparecida Machado, enfatizou a transformação social pela qual o município deve passar. "Estou muito feliz por trazer uma notícia tão boa a Belo Monte. Essa é a primeira ordem de serviço aqui, mas outras virão. Uma obra como essa significa mais saúde e, como consequência, qualidade de vida para a população", ressaltou a secretária.

 

Ela também lembrou que o compromisso com o esgotamento sanitário é crescente. "Já estamos no quinto evento relacionado às obras de esgotamento. O Governo de Alagoas tem atitude e foco de sobra para fazer a diferença", salientou Aparecida Machado.

 

Na perspectiva do prefeito de Belo Monte, Avânio Feitosa, os efeitos da obra irão repercutir em diversos setores locais. "Em menos de um ano de gestão, o governo estadual nos contempla com um serviço de estímulo ao turismo e com impactos, também, na saúde dos cidadãos", avaliou.

 

 

A previsão para o término da obra é de um ano e oito meses. Quando concluído, o sistema de esgotamento sanitário de Belo Monte será entregue e operado pela Casal.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg