Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Esgotamento: investimentos contemplam mais de 15 bairros da capital
15/03/2016 - 16h33m

Esgotamento: investimentos contemplam mais de 15 bairros da capital

Programa Estadual de Esgotamento Sanitário prevê ampliação de 35% para 70% da cobertura de esgoto em Maceió

Esgotamento: investimentos contemplam mais de 15 bairros da capital

Foto: Neno Canuto

Texto de Myllena Diniz

Desde o lançamento do Programa Estadual de Esgotamento Sanitário, o Governo de Alagoas assumiu o compromisso com a implantação de saneamento básico na capital e no interior, com a difícil tarefa de ampliar de 19% para 40% a cobertura de esgoto, em todo o Estado, e de 35% para 70%, em Maceió, além de deixar 100% contratada, até 2018.

 

Na capital, onde a explosão demográfica foi a maior em Alagoas, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) busca reforços por meio de Parcerias Público-Privadas (PPPs) na parte alta – do Farol ao Tabuleiro dos Martins – e na região lagunar, bem como recursos próprios e federais na parte baixa – de Jacarecica à Pajuçara.

 

De acordo com o secretário executivo da Infraestrutura, Humberto Carvalho, cerca de 160 mil habitantes serão beneficiados entre o Tabuleiro e bairros circunvizinhos. “Nessa localidade, vamos implantar duas estações de tratamento, por meio de PPP, e a expectativa é de que mais de 40 mil ligações domiciliares sejam atendidas pelo serviço, com 220 km de rede coletora”, registrou.

 

A obra permitirá uma coleta de esgoto eficiente nos bairros de Antares, Benedito Bentes I e II, Santos Dumont, Cidade Universitária, Clima Bom, Santa Lúcia e Tabuleiro.

 

Além dela, a Seinfra também deve iniciar uma nova PPP em outro ponto da cidade: no Farol e em bairros circunvizinhos. “Tanto a PPP do Farol como a do Tabuleiro têm início previsto para maio deste ano. Temos o compromisso de adotar alternativas viáveis para financiar investimentos em saneamento básico e beneficiar muitas famílias, na busca por uma nova Alagoas”, destacou Humberto Carvalho.

 

De acordo com o gestor, a Seinfra também desenvolve estudos para novos blocos do Programa Estadual de Esgotamento Sanitário, lançado em outubro do ano passado. Serraria, Orla Lagunar, Litoral Norte, Jacintinho e seus entornos são algumas das áreas estudadas.

 

Humberto Carvalho esclareceu, ainda, que as obras podem ter alcance maior do que o previsto nos projetos iniciais.

 

“Nossas prioridades são as áreas mais críticas, que merecem toda a atenção do poder público, como a parte alta de Maceió. Isso não isenta outros bairros, como a Levada, que pode ser inserida no bloco do Farol ou da Orla Lagunar. Para isso, vamos batalhar por recursos da União ou por meio de termo aditivo à PPP”, ressaltou Carvalho.

 

Bacia da Pajuçara e Linha Expressa

Ainda na capital, a Seinfra conclui, neste mês, as obras de ampliação do Sistema da Bacia da Pajuçara, que irá reforçar a coleta de esgotos em Jacarecica, Cruz das Almas, Mangabeiras, Stela Maris, Jatiúca e Pajuçara. O novo sistema permanecerá em fase de teste até maio, quando será interligado à Linha Expressa.

 

Com a conclusão da Linha Expressa, em maio, a pasta pretende minimizar os transbordamentos de esgoto na capital. Complementar à Bacia da Pajuçara, essa é a primeira obra com recursos exclusivos do Estado, orçada em R$ 8,2 milhões. Serão 2.500 metros de tubulação para conduzir o esgoto da Estação Elevatória da Praça Lions (Pajuçara) até a Avenida Treze de Maio (Poço) e o emissário submarino.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg