Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Estado aporta convênio de R$ 7,5 milhões para obra de esgotamento sanitário
06/01/2017 - 11h32m

Estado aporta convênio de R$ 7,5 milhões para obra de esgotamento sanitário

Recurso garante ampliação das redes coletoras de esgoto do Pontal da Barra e da Jatiúca, em Maceió

Estado aporta convênio de R$ 7,5 milhões para obra de esgotamento sanitário
Texto de Myllena Diniz

O Governo de Alagoas inicia o ano com mais um dado otimista para as políticas de saneamento na capital. Desta vez, Estado e União firmam convênio de R$ 7,5 milhões para a ampliação dos sistemas de esgotamento sanitário do Pontal da Barra e da Jatiúca, na parte baixa de Maceió.

 

A informação foi anunciada pela secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado. “Já tivemos o Plano de Trabalho aprovado pelo Ministério das Cidades e, agora, os projetos elaborados serão enviados para análise na Caixa Econômica, instituição responsável por gerir o contrato”, destacou.

 

Segundo a secretária, o aporte será aplicado em duas etapas distintas. Na primeira, a meta é dotar de esgotamento sanitário toda a comunidade do Pontal da Barra, com a implantação de duas estações elevatórias, mais de 4,5 mil metros de rede coletora de esgoto e 711 ligações domiciliares. As elevatórias serão interligadas ao sistema da Baixa Maceió, que conduzirá o efluente ao emissário submarino.

 

Já na segunda etapa da obra, serão implantados 2,6 mil metros de rede coletora de esgoto no bairro da Jatiúca. A tubulação será interligada a um poço de vista – popularmente conhecido como “bueiro” – do sistema da Bacia da Pajuçara, também executado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura, de onde o efluente deve seguir em direção ao emissário submarino.

 

A obra na Jatiúca tem o intuito de contemplar as ruas que ficaram de fora da obra da Bacia da Pajuçara, sistema que atende ao trecho de Cruz das Almas até a Pajuçara e que teve sua rede ampliada.

 

“Consideramos as obras de saneamento uma das prioridades do Estado tanto no combate à proliferação de doenças, a exemplo das associadas ao mosquito Aedes aegypti, como na promoção de mais dignidade e bem-estar aos alagoanos. Soma-se a isso a importância desse trabalho para o fomento do turismo em Alagoas, principalmente pelo potencial de nossas praias e lagoas”, reforçou Aparecida Machado.

 

Após aprovação do projeto pela Caixa Econômica Federal, será lançado o edital para a licitação da obra.

 

 

Programa Estadual de Esgotamento Sanitário

 

O projeto é mais uma das ações previstas no Programa Estadual de Esgotamento Sanitário, lançado pelo governador Renan Filho no início de seu mandato, cuja meta é ampliar de 35% para 70% a cobertura na capital e deixar 100% dos serviços contratados até 2018. No mesmo período, o governo pretende elevar de 19% para 40% os sistemas de coleta no interior.

 

Em 2016, a gestão atual conseguiu realizar o maior feito na área de esgotamento sanitário em todo o Estado: iniciou os maiores investimentos da história de Alagoas nesse segmento, por meio das Parcerias Público-privadas do Tabuleiro dos Martins e do Farol, que, quando finalizadas, totalizarão R$ 385 milhões e beneficiarão 360 mil moradores, em 16 bairros de Maceió.

 

 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg