Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Obra de esgotamento sanitário irá beneficiar 200 mil pessoas em Maceió
21/10/2016 - 17h00m

Obra de esgotamento sanitário irá beneficiar 200 mil pessoas em Maceió

Com investimento de R$ 185 milhões, esgotamento contempla oito bairros da capital

Obra de esgotamento sanitário irá beneficiar 200 mil pessoas em Maceió
Texto de Diego Barros e Marina Ferro

A obra de esgotamento sanitário da região do Farol, que beneficia 200 mil pessoas em oito bairros da capital, teve início nesta sexta-feira (21), numa solenidade com a presença do governador Renan Filho, de secretários de Estado e de moradores da região que será atendida.

 

Serão investidos R$ 185 milhões na iniciativa, por meio de um processo de locação de ativos entre a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e a empresa Saneamento de Maceió (Sanema). A obra deverá ser concluída em setembro de 2018.

 

Na ocasião, o presidente da Casal, Clécio Falcão, destacou que esse modelo de captação de recursos representa uma inovação no saneamento de Alagoas e que, se fosse mantido o mesmo ritmo de investimento na área, seriam necessários mais de 50 anos para que o Estado conseguisse executar mais 35% de saneamento de Maceió, chegando, então, a 70%.

 

“Esse passo que o governo dá agora é fundamental para que possamos dobrar a cobertura de esgotamento da cidade até o final de 2018. Nessa obra, teremos mais de 100 quilômetros de rede coletora de esgoto, uma estação de tratamento moderna, que será instalada nos fundos do Quartel do Exército, beneficiando oito bairros”, salientou Clécio Facão.

 

Além do Farol, serão contemplados Jardim Petrópolis, Canaã, Gruta de Lourdes, Santo Amaro, Pinheiro, Pitanguinha e Ouro Preto. Ainda de acordo com o presidente da Casal, essa obra faz parte do Programa Estadual de Esgotamento Sanitário, executado pela Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra), e lançado em outubro de 2015 pelo governador Renan Filho, devendo absorver ao todo R$ 1,6 bilhão, por meio de parcerias público-privadas (PPP), locação de ativos e verbas públicas.

 

Segundo o secretário executivo de Infraestrutura, Humberto Carvalho, a obra será concluída em aproximadamente 24 meses. “Aliada à PPP do Tabuleiro, a qual teve o início das obras mês passado, serão investidos aproximadamente R$ 400 milhões. Isso fará com que, junto a outros investimentos realizados pela Seinfra (Linha Expressa, Bacia da Pajuçara, Baixa Maceió), junto a outras PPPs, que já começamos a modelagem, possamos dobrar a cobertura de esgotamento sanitário em Maceió, como previsto no programa.

 

Ele ainda destacou que essas obras melhoram não somente a infraestrutura, mas a qualidade de vida e saúde da população desses bairros, além dos aspectos ambientais. “Todo esse esgoto deixará de ser lançado em riachos que cortam esses bairros, especificamente o Riacho Salgadinho, deixa de ir para a Lagoa do Mundaú e para o lençol freático, melhorando a vida dos maceioenses e turistas que visitam nossa cidade”, finalizou Humberto Carvalho.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

banner e-ouv

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg