Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Obra do Vale do Reginaldo será tratada de forma conjunta entre Estado e Prefeitura
15/06/2015 - 12h33m

Obra do Vale do Reginaldo será tratada de forma conjunta entre Estado e Prefeitura

Garantia foi dada pela secretária de Infraestrura do Estado, Aparecida Machado, durante conversa com moradores

Obra do Vale do Reginaldo será tratada de forma conjunta entre Estado e Prefeitura

Secretária Aparecida Machado, secretário de Infraestrutura da Prefeitura de Maceió, Roberto Fernandes; técnicos das duas esferas (Estado e Prefeitura) e comunidade, durante anúncio da retomada dos serviços no Vale do Reginaldo (Fotos: Dárcio Monteiro)

Wellington Santos

 

“A obra do Vale do Reginaldo agora será tratada pelo Estado e pela Prefeitura de Maceió como um corpo só, realinhada, para evitar que a ausência da obra de um não prejudique o andamento da obra do outro e para que não exista mais solução de continuidade nos serviços”.

 

A garantia foi dada pela secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado, durante visita técnica dos secretários de Infraestrutura do Governo de Alagoas e da Prefeitura de Maceió, Roberto Fernandes; técnicos das duas esferas (Estado e Prefeitura) e comunidade, no anúncio da retomada dos serviços no Vale do Reginaldo, uma das obras estruturantes mais importantes da capital alagoana.         

 

“O que faltou foi olhar essa obra como uma coisa só, numa sequência lógica, sem segregação, sem ter essa coisa de separação entre Estado e prefeitura”, completou Aparecida Machado.   

 

As obras de reurbanização do Vale do Reginaldo serão retomadas daqui a 15 dias pelas equipes da Secretaria de Estado da Infraestrutura  (Seinfra) e da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra). Os 15 dias de espera serão necessários para a conclusão do processo de licitação de contenção de encostas, essencial para a retomada da construção das unidades residenciais.

 

A obra, que foi lançada em 2009, tem recursos provenientes do Ministério das Cidades e foi orçada em R$ 120 milhões, divididos igualmente entre Estado e Prefeitura. Somando-se as unidades do Minha Casa, Minha Vida, o projeto de reurbanização deverá chegar a aproximadamente R$ 218 milhões.

 

Segundo Aparecida Machado, Governo e Prefeitura vão trabalhar integralmente para que a obra, que corta os 6 km do Vale do Reginaldo, não pare mais. “Temos que trabalhar para que a parte que cabe ao Estado não atrapalhe a da Prefeitura e vice-versa.É preciso entender que muitas delas são interdependentes”, acrescentou a secretária.

 

Ao Governo do Estado cabe a parte da habitação, aluguel social, desapropriações e contenções de encostas. Já à prefeitura, de acordo com o secretário Roberto Fernandes, cabe toda a parte de drenagem, tratamento de esgoto e água pluvial.

Transparência


O líder comunitário do Vale do Reginaldo Marcos Correia, que mora há 35 anos no local, espera que as obras retomem o quanto antes: “Esperamos demais. Mas sinto que agora está havendo transparência por parte dos secretários Aparecida Machado e Roberto Fernandes. Toda a comunidade acredita com essa reunião aqui que a promessa se torne realidade”, ressaltou.

 

O projeto de reurbanização estava em ritmo lento por causa de questões técnicas, contingenciamento de recursos provenientes do governo federal, além de processos de desapropriações.

 

As obras incluem a construção de 1.648 unidades habitacionais, das quais 348 dentro do PAC e 1.300, no Programa Minha Casa, Minha Vida. Das 348 unidades do PAC, já foram entregues 180, 96 estão em fase final de construção e 72 estão com as obras paralisadas, aguardando a contenção da encosta.

 

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

ouvidoria.png

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg