Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Obras do Marco Referencial avançam na orla de Maceió
08/11/2017 - 18h00m

Obras do Marco Referencial avançam na orla de Maceió

Construção passou por vistoria de representantes do MPF/AL e órgãos estaduais, nesta quarta-feira (8)

Obras do Marco Referencial avançam na orla de Maceió

Com os avanços nas demolições e o término do período chuvoso, obra chegou na etapa de implantação de 172 blocos de pilares

Texto de Myllena Diniz

Aguardada há mais de uma década pelos alagoanos, as obras do Marco Referencial, em Maceió, ganham forma na orla da Ponta Verde. Nesta quarta-feira (8), a construção passou por vistoria técnica de representantes do Ministério Público Federal (MPF/AL), do Instituto do Meio Ambiente (IMA) e das Secretarias de Estado da Infraestrutura (Seinfra) e do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur).

O espaço, que antes abrigava as ruínas do antigo Alagoas Iate Clube, começa a se transformar em uma ampla área de promoção de cultura e lazer, com 3,6 mil m² e capacidade para 1,5 mil pessoas. No local serão construídos palco para eventos, praça de alimentação, biblioteca virtual e dois mirantes com vista privilegiada para o mar.

Orçada em R$ 9,3 milhões, a primeira etapa do empreendimento conta com recursos provenientes do Governo de Alagoas e do Ministério da Integração Nacional. “O Brasil enfrenta um período de recessão econômica, mas nós tínhamos um compromisso importante com essa antiga demanda dos alagoanos. Por isso, diante da crise, fragmentamos o projeto em dois e reduzimos o orçamento, inicialmente estipulado em R$ 17 milhões. Encontramos a solução e tiramos o projeto do papel”, destacou o secretário de Estado da Infraestrutura, Humberto Carvalho.

De acordo com o gestor, esse foi apenas o primeiro desafio encontrado na obra, que exige atenção redobrada devido a sua posição geográfica. “Como a estrutura tem sido construída sobre área de influência marinha, a sua execução deve atender a condicionantes ambientais previamente estabelecidas por órgãos de controle, e temos sido rigorosos nesse sentido”, salientou o secretário.

Diante disso, a obra tem sido acompanhada, permanentemente, pelo Ministério Público Federal e pelo Instituto do Meio Ambiente (IMA) Durante inspeção técnica, a procuradora Raquel Teixeira, representante da 4ª Câmara de Coordenação e Revisão do MPF, avaliou como positiva a condução dos trabalhos empregados no Marco Referencial.

“Nós temos acompanhado as recomendações da 4ª Câmara, que é o nosso órgão técnico em Brasília, assim como as adequações da obra. Aparentemente está tudo dentro das conformidades. Vamos continuar acompanhando os trabalhos”, destacou a procuradora.

 

Fase atual da obra

 

Com os avanços nas demolições e o término do período chuvoso, a obra chegou na etapa de instalação dos elementos estruturais. Neste momento, as frentes de trabalho estão concentradas na implantação de 172 blocos de pilares, com 3,5 toneladas cada, responsáveis pela sustentação da área.

Todo o material atende às especificações de resistência a processos de corrosão. Esses elementos foram modelados em área externa à construção, conforme recomendação dos órgãos de controle.

 

Ponto turístico


Quando concluído, o Marco Referencial de Maceió será gerenciado pela Sedetur e funcionará como uma das grandes atrações para os turistas que visitam a cidade. “Será o principal equipamento turístico de Maceió. Não há nenhuma outra capital no Nordeste que vai poder contar com um espaço tão agradável como esse para receber seus visitantes”, salientou o secretário do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

ouvidoria.png

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg