Estado de Alagoas

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

» Página Inicial Sala de Imprensa Notícias Projetos de acesso à água ganham prioridade da União e AL sai ganhando
06/04/2015 - 12h04m

Projetos de acesso à água ganham prioridade da União e AL sai ganhando

Secretária de Estado da Infraestrutura vai a Brasília e das reuniões com o Ministério da Integração Nacional e Codevasf, Aparecida Machado, ganha panorama das obras estaduais

Projetos de acesso à água ganham prioridade da União e AL sai ganhando

Informação que chegou a secretária Aparecida Machado é de que perímetros irrigados estão sendo concluídos. (foto: Tércio Cappello/Arquivo)

De Brasília, a secretária de Estado da Infraestrutura, Aparecida Machado, traz na bagagem boas notícias. Na capital federal, ela ouviu do ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, que recursos correspondentes ao Canal do Sertão têm prioridade. Outra obra que ganhou status de urgência é a obra do Marco Referencial – antigo Alagoinhas, que vai ornar ainda mais orla marítima da capital.

 

O secretário executivo do Ministério da Integração Nacional, Carlos Vieira, ouviu da secretária estadual a necessidade da aprovação da divisão do projeto referente ao Marco Referencial. Aparecida Machado defende que a execução do projeto aconteça em dois momentos, pois só assim a obra ganhará mais agilidade. Ela não quer, na verdade, é que as ruínas do antigo Alagoinhas, continuem sendo um local de consumo e tráfico de drogas, sem utilidade alguma para a sociedade de um modo geral.

 

O Marco Referencial será construído no antigo Alagoinhas e tem o projeto desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo. Ele contempla a construção de um píer, um observatório com vista panorâmica do nascer e pôr do sol, além de reunir serviços para os turistas e espaço para a comercialização de artesanato e comidas típicas.

 

 

Nesta semana, Aparecida Machado e Jeanine Pires, secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, se reunirão para, em conjunto, estabelecerem os prazos para o andamento do projeto.

 

Com o ministro Gilberto Occhi, a conversa foi extremamente positiva. A titular da Seinfra discutiu o envio de recursos para a continuidade das obras das adutoras do Alto Sertão e da Bacia Leiteira. A do Alto Sertão, quando concluída, vai abastecer oito municípios do Semiárido alagoano, acabando com o rodízio de água constante na região. Por outro lado, a adutora da Bacia Leiteira será um alento para 19 municípios. Eles vão contar com o aumento da capacidade de reserva, melhora da qualidade da água fornecida, em virtude da estação de tratamento e duplicação da captação de água.

 

Sobre tais projetos, o ministro confirmou que são projetos essenciais ao acesso de água do sertanejo, e neste sentido, o governo federal tem encarado como prioridade.

 

“São prioridades para o ministério, uma vez que representam a forma mais rápida de dar utilidade ao Canal do Sertão. Sem contar o grande benefício que traz a população que será atendida”, disse Occhi à secretária.

 

Ainda na temática da água, igualmente foi solicitada a urgência para o projeto que trata do projeto de aproveitamento do Rio Bálsamo, que fica localizado no município de Palmeira dos Índios, no Agreste. A coordenadora da Secretaria Nacional de Irrigação - vinculada ao Ministério da Integração -, Jaqueline Dutra, recebeu o pleito da comitiva alagoana. Ela explicou que o projeto está em fase de revisão, e por outro lado, Aparecida Machado salientou que na próxima semana será realizada uma reunião entre as pastas estaduais da Infraestrutura e da Agricultura, Pesca e Aquicultura para que juntas seja feito o acompanhamento da análise de projeto visando reduzir prazos.

 

Como último compromisso, a secretária de Estado da Infraestrutura esteve com o secretário executivo da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco e Paraíba (Codevasf), Luiz Augusto. O motivo da reunião foi para obter informações sobre o andamento dos projetos e implantação dos perímetros irrigados com a utilização das águas do Canal do Sertão, que são de responsabilidade da companhia.

 

De acordo com Luiz Augusto, o perímetro irrigado situado no município de Pariconha – Alto Sertão do estado -, está concluído e a previsão para implantação é ainda neste 1º semestre. Já os perímetros irrigados do município Delmiro Gouveia e de Inhapi, devem ser concluídos até o final do 2º semestre de 2015. Em 2016, estão previstas as conclusões dos perímetros irrigados dos municípios de São José da Tapera e Carneiros.

 

Será feito um acompanhamento de perto pelas secretarias de Infraestrutura, Recursos Hídricos e Agricultura e Pesca sobre o andamento, assim como, a cobrança de maior velocidade da implantação e execução desses projetos pela Codevasf. Os perímetros irrigados levam água a pequenos produtores que cultivam sua criação animal e seus produtos no entorno do Canal do Sertão.

Ações do documento

banner_lai+sic_LATERAL-A-PLONE3.jpg
banner_lai+sic_LATERAL-B-PLONE3.jpg

banner_GERAL_LATERAL_sic-plone3.jpg

ouvidoria.png

banner-transparencia.png

Órgãos Vinculados

Casal

 

DER-AL

 

Serveal

Integra

Diário Oficial

cpl.jpg